24 de outubro de 2011

Encontro da Saudade

Uma colega me pediu sugestões para o último encontro de catequese com crianças que estão se preparando para a 1ª Eucaristia. Estou postando algumas sugestões. Se alguém tiver outras e puder compartilhar, fique à vontade!

Batizei este encontro com o nome de “Encontro da Saudade”.

Seria interessante realizar o encontro com todas as coisas que marcaram o ano na catequese. Prepare um ambiente bem aconchegante, se possível, monte um painel com fotos e frases de momentos importantes que eles viveram durante o ano.

No encontro anterior, o catequista deve pedir para cada catequizando trazer um objeto que represente um momento especial que lhe aconteceu na catequese. Pode ser um crachá, uma lembrancinha, etc. Caso ele não tenha um objeto, pode fazer um desenho que represente este momento.

O catequista deve preparar um baú (pode usar caixa de papelão) com o título: Baú das Recordações, onde cada criança irá colocar seu objeto.

Acolhida – Neste momento podemos cantar e dançar as músicas que eles mais gostaram de aprender na catequese.

Oração Inicial
Coloque o Baú das Recordações no centro da sala para que todos coloquem seu objeto. Ao lado dele, coloque o desenho de chaves numeradas. À medida que os catequizandos vão chegando, depositam sua recordação no baú, retiram uma chave e vão ocupar seu assento, formando um círculo em volta do baú.
Em seguida, fazemos um momento de silêncio, pedindo para que todos fechem os olhos e tentem recordar de tudo o que vivemos e aprendemos na catequese. Se possível, colocar uma música suave, baixinho.

Após a reflexão, podemos colocar a música “O Caderno” (Pe. Fábio de Melo), dizendo que, durante o ano vivemos muitas coisas boas e algumas podem não ter sido tão boas, mas podemos e devemos aprender com todas as situações da nossa vida.

Concluir este momento lembrando que, mais que amigos, somos todos irmãos, filhos do mesmo Pai, que é Deus, e com todo nosso amor, vamos rezar a oração que nosso irmão Jesus nos ensinou. Pai Nosso ...


Baú das Recordações
Inicialmente, o catequista comenta: “Nós, seres humanos, nos comunicamos também através das coisas … os objetos que guardamos como recordações revelam a nós mesmos, assim como expressa aos demais, algo de nossa vida, de nossa história pessoal e familiar … Ao comentarmos nossas recordações, vamos revelar, hoje, parte da nossa história. Preparemos nosso espírito para receber este presente tão precioso constituído pela intimidade do outro, que vai partilhá-la gratuitamente conosco”.


O catequista convida a criança cuja chave contenha o número 01 a retirar sua recordação do baú, apresentá-la ao grupo e comentar o seu significado; os demais podem fazer perguntas. Assim se procede até que seja retirada a última recordação, encerrando com a participação do catequista.

Sugestão para concluir este momento: Ao final da apresentação de todos, o catequista comenta que todos esses momentos aconteceram primeiramente porque Deus nos ama muito e nos quer ver felizes e, em segundo lugar, porque nós permitimos a ação de Deus em nossas vidas. Por tudo isso devemos agradecê-lo. Colocar a música “És meu tudo” (Canção Nova) ou outra à seu critério.

Amigo secreto
Para fechar o encontro, o catequista pode fazer um amigo secreto ou amigo doce, ou ainda, fazer a brincadeira do presente (abaixo):

Prepare um presente bem bonito. Dentro dele coloque presentinhos iguais a quantidade de catequizandos da turma. Em um envelope, coloque as frases abaixo em ordem. Entregue o presente para um catequizando que deve ler a frase 1 e fazer o que ela indica, dando continuidade à brincadeira até o presente chegar nas mãos daquele que é justo e deverá partilhar o presente com a turma.


Obs: Você pode alterar a quantidade de frases de acordo com a quantidade de catequizandos de sua turma.

1. PARABÉNS! Você tem muita sorte. Foi premiado com este presente, mas ele não é seu. Passe para quem você acha mais ALEGRE.

2. Alegria! Alegria! Com sua alegria passe o presente ao amigo mais INTELIGENTE.

3. Parabéns pela sua inteligência, mas o presente ainda não é seu. Passe-o para quem lhe transmite PAZ.

4. O mundo inteiro precisa de paz. Com muita Paz, passe o presente a quem você considera mais AMIGO.

5. Parabéns por ser amigo, mas o presente. . . ainda não é seu. Passe-o a quem você considera DINÂMICO.

6. Seja sempre dinâmico, levando a todos boas idéias e boas ações. Parabéns! Mas passe o presente a quem acha mais SOLIDÁRIO.

7. Parabéns! Você prova ser continuador e seguidor dos ensinamentos de CRISTO.
Olhe para os amigos e passe o presente a quem você considera mais ELEGANTE.

8. Parabéns! Elegância completa a criação humana, mas o presente ainda não será seu, passe-o a quem você acha mais OTIMISTA.

9. Otimista é aquele que sabe superar todos os obstáculos com alegria. É bom conviver com você, mas o presente ainda não será seu. Passe-o a quem você acha COMPETENTE.

10. Competentes são pessoas capazes de fazer bem todas as atividades a elas confiadas, mas o presente ainda não é seu. Passe-o a quem você considera CARIDOSO.

11. A caridade é de grande valor e você que é assim tão perfeito na caridade, merece o presente. Mas mesmo assim, passe o presente a quem você acha PRESTATIVO.

12. Prestativo é aquele que serve a todos com boa vontade e está sempre pronto a qualquer sacrifício para servir. Você também merece o presente. Mas ele ainda não é seu. Passe-o a quem você acha que é um ARTISTA.

13. Admiramos você que é realmente um artista, mas o presente ainda não é seu. Passe-o a quem você acha que tem mais FÉ.

14. Fé é um dom que vem de Deus. Feliz de você que tem fé, pois com ela você suporta tudo. Mas o presente não é seu, pois você não precisa dele. Passe-o a quem você acha que tem o espírito de LIDERANÇA.

15. Junto de você que é líder nos sentimos seguros e confiantes, mas o presente ainda não é seu. Passe-o a quem você acha mais COMUNICATIVO.

16. Parabéns! Você é comunicativo e sua presença com certeza alegra a todos que estão em sua volta. Passe o presente para a pessoa que mais sabe PERDOAR.

17. Parabéns! Esta é uma das virtudes mais raras no mundo de hoje. Me perdoe, mas o presente ainda não é seu. Passe-o a quem você acha mais JUSTO.

18. Justiça! Foi o que Cristo mais pediu para o seu povo e por isso foi crucificado. Mas não desanime. Ser justo é colaborar com a transformação de nossa sociedade. Parabéns, por esta virtude você merece ficar com o presente, mas você agora deve dar uma demonstração de seu espírito de justiça e tomar uma decisão: Você quer ficar com o presente ou deseja dividi-lo com seus amigos?

Oração Final
Neste momento, o catequista pode fazer um agradecimento especial à turma e concluir com uma oração espontânea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...